fbpx

A pandemia trouxe uma série de mudanças sociais no mundo inteiro e, em razão dela, surgiram novas tecnologias de software e hardware que se tornaram nossos mecanismos de defesa contra o isolamento.

No início da quarentena, em março do último ano, as empresas de muitos setores foram forçadas a se adaptar para sobreviver. Em todo o país, milhões de funcionários começaram a trabalhar em casa e os consumidores, por sua vez, mudaram seus hábitos de compra. No entanto, apesar dos desafios impostos pela Covid-19, muitos setores conseguiram prosperar. Neste artigo, vamos explorar como a transformação digital ajudou muitas empresas a resistir ao ano de 2020 e se destacaram por conta disso.

Transformação digital e o Home Office

Não é segredo que o ambiente de trabalho mudou para sempre. O que conhecemos como dias de trabalho tradicionais já não existe mais, a pandemia mostrou que é possível entregar bons resultados mesmo trabalhando de casa, modalidade conhecida como home office.

À medida que nossas vidas profissionais sofreram alterações, as tecnologias que usamos para realizar nosso trabalho também mudaram. No início da pandemia, a Zoom viu seu número de usuários saltar na mesma proporção que as pessoas começaram a usar software de comunicação de vídeo, para entrar em contato com colegas e familiares com mais frequência.

Como as recomendações de distanciamento continuam por todo o mundo e, infelizmente, o número de casos no Brasil aumentam a cada dia, é improvável que o ambiente de trabalho tradicional volte a ser como antes. O crescimento dos negócios à medida que a economia tenta se recuperar é um indicador de que a tecnologia foi e continuará sendo fundamental para as empresas.

Tecnologia e as Fintech´s

Outro recurso muito demandado durante a pandemia foram as tecnologias financeiras (fintech). Os serviços de fintechs tornaram-se mais populares como uma forma de comprar e comercializar produtos digitalmente. No cenário atual, as pessoas estão deixando de usar a moeda física, em parte porque o isolamento social impede de ir até às lojas, mas também por temer que isso possa espalhar o vírus.

Mesmo antes da Covid-19, as pessoas estavam utilizando cada vez mais os métodos de pagamentos digitais. Segundo pesquisa realizada pela Minsait, empresa espanhola especializada em consultoria de Transformação Digital,  56,9% dos consumidores brasileiros usaram alguma categoria de aplicativo para realizar pagamentos durante o ano de 2019. 

Tecnologia da Informação

Encarregada de acelerar a digitalização de negócios, a TI, habituada a crescer constantemente, vive, talvez, o seu maior desenvolvimento e parece ter alcançado no último ano sua própria transformação. Com a intensificação das compras online por conta do distanciamento social, e com o trabalho feito de forma remota, o caminho obrigatório de algumas empresas historicamente offline, foi a digitalização de suas soluções.

Nesse cenário, a TI se mostrou importante aliada na busca por soluções para situações inéditas de seus negócios como, por exemplo, o field service. De acordo com dados da Stratistics MRC, o field service deve chegar a 4,45 bilhões de dólares em faturamento até 2022. Este é um serviço terceirizado de suporte de TI, que conta com profissionais qualificados para atendimento e soluções relacionadas à tecnologia. Com este serviço as empresas tiveram aumento do número de resolução de chamados e maior otimização do tempo, fatores muito importantes para a situação das empresas durante a pandemia.

Por consequência dos avanços no setor de tecnologia, todas essas tendências se desenvolveriam ainda mais em um futuro próximo, mas o cenário em que nos encontramos fez com que a urgência de seu uso acelerasse esse processo para o presente momento. A Transformação Digital nunca aconteceu de forma tão rápida como na pandemia do novo coronavírus e, de diversas formas, é ela quem nos permite estar conectados, trabalhando remotamente e prosseguindo com nossas vidas e tarefas cotidianas.