fbpx

Também chamada de consumo colaborativo, a economia compartilhada cresceu muito nos últimos anos devido ao desenvolvimento de novas tecnologias. Basicamente, as trocas e colaborações que antes eram realizadas em razão da confiança já estabelecida entre usuários que se conheciam, agora ocorre online. Mas, quais seriam os benefícios da economia compartilhada para a área de TI? Confira!

Entenda o que é a economia compartilhada

Economia compartilhada é um modelo transação que pode ocorrer por meio de compra, de venda e de trocas de diversos tipos. Atualmente, ela é tão diversificada, que pode ocorrer inclusive com bens imateriais, como serviços, bens digitais (músicas, livros, informações), entre outros.

Os usuários veem no uso e na posse de um bem sua maior utilidade. Ou seja, bens e serviços ociosos podem ser melhor utilizados, em capacidades maiores e sem desperdício. 

Como essa tendência funciona na prática?

Na prática, as aplicações da economia de compartilhamento são as mais variadas possíveis. Em geral, os usuários utilizam plataformas digitais para disponibilizar seus bens e ofertar serviços, de forma que possíveis consumidores possam contratá-los e comprá-los. Se alguém estiver interessado em vender, alugar, oferecer bens, ou serviços, basta encontrar alguém que queira consumi-lo. Assim, criam-se novas possibilidades de troca, sem muitos intermediários, tornando a economia mais dinâmica e eficiente.

Na prática, isso pode ser visto por meio de aplicativos como o Uber, no qual motoristas com tempo e veículos ociosos se disponibilizam para realizar corridas para os usuários do aplicativo. A geolocalização do aplicativo e um minucioso sistema de avaliação dos usuários faz com que o serviço seja otimizado e mais barato que os táxis atualmente.

O Airbnb oferece solução semelhante por meio de uma plataforma em que anfitriões oferecem suas residências (completas ou quartos) para possíveis hóspedes. É uma forma de otimizar a utilização de espaços ociosos, bem como de reduzir os custos de estadia em cidades turísticas. Além disso, o usuário conta com uma experiência mais autêntica e personalizada do que a estadia em um hotel.

Os benefícios desse modelo para a área de TI

Nas empresas, a economia compartilhada também funciona, e seus benefícios são imensos. É o caso, por exemplo, do compartilhamento de especialistas, caminho já adotado por muitas organizações, principalmente na área de TI.

Com a disponibilidade de novas tecnologias no mercado, a economia compartilhada passou a ser uma ferramenta que conecta pessoas e também proporciona maior possibilidade de contratação de serviços, não só de consumo de bens mas também de habilidades. É possível anunciar e contratar serviços em plataformas online, sem a interferência e burocracia de empresas intermediárias, com mais aproveitamento de bens e serviços. Além disso, é possível perceber redução do preço para o consumidor final e maiores rendimentos para os prestadores de serviço de TI.

A FindUP é referência no mercado quando se fala em economia compartilhada, por meio de nossa plataforma digital o cliente pode acessar uma rede de mais de 10 mil técnicos capacitados, em todas das regiões do Brasil. Neste modelo, geramos renda e impactamos a vida de milhares de profissionais de T.I, além de oferecer agilidade no atendimento e otimização de custos: até 30% de redução de custos em field service. Quer saber mais sobre como a FindUP pode ajudar a sua empresa por meio da economia compartilhada? Entre em contato conosco agora mesmo!