fbpx

Rollout em TI: o que é e por que é importante?

rollout em ti

TI

30 de junho de 2022

Para evoluir junto das transformações tecnológicas pelas quais o mercado tem passado, as empresas precisaram adaptar seus processos e operações de TI a fim de alcançar melhores resultados. Nesse contexto, o Rollout em TI surge como modelo de organização de projetos e mudanças para facilitar a estrutura de demandas e soluções do setor.

O gerenciamento dos recursos digitais em negócios de pequeno ou médio porte, bem como em todos os seus departamentos, é um procedimento complexo. E, nesse mesmo cenário, realizar o Rollout de TI se torna ainda mais desafiador, pois exige um nível de atenção alto aos detalhes de implementação para que as etapas forneçam o melhor potencial de um projeto, entrega ou solução.

Para ajudar você e sua empresa a entender melhor o que é o Rollout de TI e porque pode ser importante para o seu negócio, reunimos algumas informações de conceito e prática que vão esclarecer todas as suas dúvidas. Confira!

O que é Rollout em TI?

A instalação, amplificação e até mesmo a substituição de sistemas de gerenciamento torna-se uma medida recorrente à medida que as empresas crescem. Mudanças estratégicas que visam a melhoria de desempenho exigem tecnologias capazes de entregar soluções com impacto direto na eficiência do trabalho e produtividades das pessoas, e são em situações como esta que o Rollout em TI pode fazer a diferença.

Resumidamente, o Rollout consiste num processo de reestruturação focado em mudanças por etapas. A principal premissa desse modelo é que as modificações sejam feitas através de módulos até a implementação final.

executando rollout em ti

Um projeto de Rollout em TI engloba análise de todos os processos envolvidos, da adaptação a personalização dos procedimentos, a fim de adequar a infraestrutura tecnológica da empresa e iniciar as mudanças necessárias.

No setor de tecnologia de grandes companhias é muito comum que esse tipo de projeto esteja vinculado a migrações de ERP (Enterprise Resource Planning), como fazer o Rollout de um sistema ou projeto de uma sede para suas filiais, por exemplo.

Em situações como essa, a finalidade do desdobramento pode ser não apenas para melhoria de resultados, mas também para fazer integração de sistemas, estabelecer padronização dos processos e diminuir a complexidade técnica de certas atividades.

Principais etapas do Rollout em TI

Já vimos até aqui que o Rollout de TI consiste nas mudanças de tecnologia partindo de arquiteturas já definidas, visando mitigar os riscos e aumentar as chances de sucesso. Nesse sentido, existem algumas etapas que estabelecem melhor funcionando do processo de Rollout de um projeto, que incluem:

O planejamento, com toda análise prévia dos processos, sistemas, softwares, hardwares, setores e tecnologias utilizadas pela empresa. Essa primeira etapa é fundamental para se ter visão total as possibilidades e objetivos das mudanças almejadas.

A adaptação e consideração dos requisitos de execução, momento em que o especialista responsável pelo Rollout em TI identifica as dependências e os elementos de mudança. A etapa de implementação, em que os profissionais de TI e áreas envolvidas são pontos de foco essenciais para a experimentação e uso das novas tecnologias. Essa fase também compreende todas as adaptações necessárias e promove a comprovação da migração;

Por fim, com a mudança realizada, o período de acompanhamento pós-migração é fundamental. Aqui, o funcionamento dos mecanismos é monitorado para entender se estão funcionando sem problemas.

Mesmo com todas as etapas, é essencial que a empresa tenha uma equipe de TI pronta para dar suporte ao longo de todo o Rollout. Desse modo, todos estarão preparados para lidar com qualquer imprevisto que aconteça, assegurando a correção de possíveis erros e colaborando para que as mudanças sejam feitas de maneira bem-sucedida, sem grandes atritos.

Ainda que bem-planejado, o processo de mudanças sobre a adoção de uma nova tecnologia pode apresentar desafios. Um deles está em é acertar o tempo das alterações, pois o Rollout precisa acontecer de forma suave e gradual. Dessa forma, é possível manter o equilíbrio, além de reduzir e prever qualquer impacto que possa ser negativo.

Considerar o timing é importante, pois outra dificuldade pode ser a própria resistência dos colaboradores as alterações dos fluxos de trabalho. A reorganização e o treinamento das equipes diante das mudanças podem ajudar a construir mais segurança e a adaptabilidade ao Rollout de TI. Outra dificuldade pode ser a necessidade de realizar qualquer integração entre as antigas e novas ferramentas tecnológicas dentro da atual estrutura.

Vantagens do Rollout em TI

Apesar de apresentar desafios, o sucesso do Rollout em TI pode trazer muitas vantagens. Alguns dos principais benefícios oferecidos por meio da migração do sistema tecnológico são:

  • aumento da produtividade;
  • otimização dos processos internos;
  • redução de custos;
  • mais eficiência no uso das tecnologias;
  • integração de departamentos e unidades de empresas;
  • padronização dos processos;
  • vantagem competitiva e muito mais.

Como garantir bons resultados com o Rollout de TI?

Além de seguir todas as etapas já pontuadas até aqui, existem outros cuidados importantes que podem ser tomados para garantir que a migração dê totalmente certo.

Um estudo prévio do mercado, para entender quais tecnologias o mercado está utilizando, pode ser um passo importante para tomar decisões estratégicas. No entanto, analisar e entender o que de fato o seu negócio precisa é momento mais fundamental da jornada de mudanças.

Sua empresa também pode investir em parceiros especializados e inteligências prontas para lidar com Rollout em TI. A FindUP, por exemplo, possui serviços que podem auxiliar no planejamento de todo projeto de migração. Além disso, existem ferramentas, hardwares e softwares capazes dar suporte ao longo de toda implementação, facilitando o processo de mudança para as equipes.

Publicações relacionadas