fbpx

Como prevenir o vazamento de dados da sua empresa?

vazamento de dados

16 de fevereiro de 2022

Um vazamento de dados é uma liberação não autorizada de informações. Embora a divulgação de dados seja habitual em alguns ambientes de trabalho, é necessário cuidado para que essas informações não sejam expostas a membros externos da empresa. Na pandemia, com as mudanças nos modelos de negócio e a adaptação da força de trabalho, o número do compartilhamento de informações por meio da rede cresceu e, com isso, também os riscos de vazamento.

O impacto de acontecimentos como esse é prejudicial para a organização em financeiros, de imagem, credibilidade e, principalmente, no âmbito judicial. Com as recentes atualizações da LGPD — Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, as empresas precisam estar cada vez mais preparadas para investir e coordenar ações de segurança da informação.

Desse modo, para que a sua empresa saiba como prevenir e lidar com qualquer assunto relacionado a prevenção do vazamento de dados e proteção das informações, confira dicas estratégicas indispensáveis.

Como acontece o vazamento de dados?

Resumidamente, o vazamento de dados refere-se à transmissão não autorizada de informações confidenciais, seja de maneira intencional ou deliberada. As causas mais comuns desse ato são:

  • Vazamentos de dados de maneira acidental: Ocorre quando um funcionário ou uma pessoa de confiança de dentro da empresa compartilha informações confidenciais com um usuário não autorizado, seja por e-mail enviado ao destinatário errado, perda de arquivos, transferência de dados para um dispositivo pessoal, entre outros fatores.
  • Vazamentos de dados internos por uso indevido de licenças: Geralmente, acontece quando um usuário que possui acesso autorizado a informações sigilosas infringe permissões e move dados ou arquivos para fora da organização.
  • Vazamentos de dados por erros no sistema de segurança: Mesmo as empresas líderes do setor têm sistemas mal configurados que podem deixar seu conteúdo vulnerável. Os problemas mais comuns são as integrações mal configuradas com ferramentas de terceiros, falhas nas políticas ou controles de segurança, permissões excessivas para arquivos críticos e armazenamento de bancos de dados mal configurados.
  • Vazamentos de dados por ataque externo: Nessa categoria de vazamento de dados, uma pessoa de fora da organização, mal-intencionada, pode enganar um colaborador para que compartilhe dados confidenciais. Na maioria das vezes, o invasor conta com táticas para persuadir a vítima a transferir dados.

Como o vazamento de dados prejudica uma empresa?

biometria

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou em vigor no ano de 2020. Empresas de todas as áreas são obrigadas a avaliar o formato de armazenamento dos dados pessoais dos seus clientes, empregados e fornecedores, a fim de garantir a segurança para dessas informações.

Essa lei determina que a organização que faz o uso dos dados seja responsabilizada em caso de violações de segurança que comprometam a privacidade dos indivíduos. Além do alto valor de multa e indenização, quedas no preço das ações podem ter um impacto imediato. A empresa pode ter sua reputação prejudicada e queda na captação de clientes, mas isso tudo dependerá da forma como a organização lida com esse tipo de adversidade. 

O que fazer se um vazamento de dados acontecer?

Nesse momento é importante manter a calma e ter senso crítico de gestão para o seu negócio lidar com a situação de maneira eficiente e profissional. Apesar de diversas medidas e precaução, incidentes podem ocorrer, por isso, as empresas devem estar preparadas e ter um comitê de crise sempre disponível. Separamos algumas práticas que você considerar ao lidar com esse tipo de evento:

Identifique a fonte: Fechar essa lacuna e impedir que a violação cause mais estragos é essencial neste momento. Compreender a natureza e a extensão de sua violação de dados ajudará você a corrigi-la e a denunciá-la com precisão às autoridades. Comece identificando a fonte da violação, verificando quais informações foram vazadas, de onde veio e se foi interno ou externo.

Tenha controle dos danos: É necessário contar com uma equipe de TI para ajudá-lo a resolver a violação. Se o problema persistir, considere fazer com que sua equipe use outros computadores ou trabalhe em outro local para evitar mais danos.

Informe as autoridades: Outro ponto importante no momento da notificação de vazamento de dados é entender se o evento envolve a exposição de dados dos clientes. Se sim, eles precisam ser notificados prontamente para evitar que qualquer fraude ocorra posteriormente.

Teste sua segurança: É importante testar sua segurança e garantir que o problema não novamente. Esse processo costuma ser realizado por empresas especializadas que poderão identificar pontos de vulnerabilidade na sua infraestrutura de TI.

4 condutas que garantem a proteção de dados da sua empresa

Para garantir que o seu negócio se antecipe em situações de vazamento de dados sigilosos, consulte algumas ferramentas e práticas que dão suporte para que a equipe de TI e a organização possam evitar eventuais crises:

1. Identifique onde se encontram os dados mais sigilosos

Informações confidenciais permeiam muitas empresas. Identifique seus dados confidenciais e saiba onde eles estão armazenados seus sistemas críticos. Especialistas concordam que o primeiro passo no gerenciamento de informações confidenciais é começar priorizando a segurança destes.

Depois que os dados são classificados, você pode usar softwares de prevenção para firmar sua estratégia de segurança. Eles servem para prevenir qualquer perda de informação, monitorando e detectando possíveis violações.

2. Se antecipe e entenda quais são as ameaças

Sem conhecer as principais ameaças ao seu negócio, é provável que você seja pego desprevenido por uma delas. Portanto, reúna seu time de TI e identifique quais são as áreas mais vulneráveis à ocorrência de vazamento de dados. Empresas que não possuem um departamento de TI, podem contar com empresas de tecnologia especializadas.

3. Oriente seus funcionários

Os ataques mais recorrentes em empresas acontecem por meio de phishing, criminosos que enganam pessoas para compartilharem informações confidenciais, seja através do uso de e-mails falsos ou mensagens promocionais enganosas.

É importante que a empresa tenha uma política transparente de segurança para preparar seus colaboradores da melhor maneira possível. Em caso de ataque, alguns funcionários não sabem o que fazer ao notar que tiveram o computador invadido, o que pode dificultar a velocidade da solução. É preciso fornecer as orientações certas para evitar mais danos.

4. Pesquise antivírus de qualidade e invista em criptografia

O antivírus é sua última linha de defesa e ela deve ser forte o suficiente para aguentar qualquer impacto. É muito comum contar com opções gratuitas, mas elas se tornam insuficientes quando se trata de ambientes corporativos. O ideal é investir em programas atualizados com maior frequência, disponibilizando para sua empresa novos mecanismos de proteção contra ameaças mais recentes.

Aderir à criptografia é considerado uma ótima maneira de evitar invasões e roubos de dados, por estruturar bem a proteção, o que dificulta a tentativa externa de invasão, mantendo em segurança os dados de seus clientes.

Publicações relacionadas