fbpx

Existem muitos fatores capazes de manter uma empresa competitiva em seu segmento de mercado e um deles é o investimento em tecnologia. Hoje, serviços, produtos e organizações inteiras têm sua existência baseada no uso de recursos digitais, que permitem o desenvolvimento dos modelos de negócio de forma qualitativa e escalável.

Por este motivo, setores como os de Tecnologia da Informação são considerados totalmente essenciais e estratégicos para as empresas, pois possuem impacto direto na operação e no alcance dos objetivos da companhia.  

Neste sentido, é imprescindível que empreendedores, lideranças e gerências entendam com profundidade o que é TI. Uma área com responsabilidades sobre o funcionamento de todos os departamentos de uma empresa precisa ser compreendida com detalhe, não é mesmo?  

A seguir, você pode entender mais sobre o que é TI! Saiba quais são os principais benefícios dessa área, o que os seus profissionais fazer e porque é tão importante para uma empresa.  

O que é TI? 

Em sua definição mais básica, TI é a sigla que denomina o termo Tecnologia da Informação — conceito traduzido do inglês como Information Technology, também chamado de IT na língua estrangeira. É comum que ambos termos sejam frequentemente utilizados no mercado, principalmente entre as corporações do setor de tecnologia.

Grandes empresas do ramo, como a Gartner — uma das maiores consultorias mundiais do setor de tecnologia — define TI em seu glossário como uma expressão que abarca “todos os recursos de tecnologia para o processamento de informações, incluindo softwareshardwares, tecnologias de comunicação e serviços relacionados”.   

Dessa forma, compreendemos que a TI são todos os recursos tecnológicos que possibilitam a transmissão, o acesso e a produção de dados. Também, corresponde a toda solução que permite o gerenciamento de informações que colabores de forma estratégica para as ações e tomadas de decisões das empresas.

As tecnologias facilitam o dia a dia das organizações, tornando os processos mais eficientes e ágeis. Além disso, esse é um benefício concedido para todos os públicos de relacionamento ou que fazem parte da estrutura do negócio, como colaboradores, parceiros, franquiados e, principalmente, clientes.  

Alguns exemplos de recursos ou equipamentos que fazem parte da TI são os sistemas e softwares que a empresa utiliza, os computadores e e-mails usados pelos funcionários, servidores, as redes de internet e wi-fi, os centros de processamento de informação — o famoso armazenamento na nuvem ou Data Center — e muito mais. Tudo isso permite que a comunicação e os processos sejam efetuados através do consumo, a produção e troca de informação.  

Por que TI é importante? 

É fato: nenhuma organização moderna é capaz de operar sem os recursos de TI. Sejam negócios de pequeno ou grande porte, a tecnologia da informação é o principal motor impulsionador do trabalho das empresas.

Tendo em vista o cenário pandêmico, os meios de trabalho digitais e o suporte de TI remoto se tornou protagonista nas soluções da rotina corporativa. No entanto, em qualquer contexto, o TI é responsável por possibilitar a execução de tarefas simples e estratégias complexas.  

Por estes e outros motivos, o investimento no setor de TI e em profissionais especializados para a sua empresa é um passo decisivo para manter o negócio competitivo no mercado. Em pesquisa realizada pela ABES – Associação Brasileiras das Empresas de Software com dados do IDC, considerando o “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências 2021”, foi indicado que o setor de tecnologia no Brasil cresceu 22,9%.

Foram, aproximadamente, R$ 200,3 bilhões (US$ 50,7 bilhões) investidos no segmento, considerando mercados de serviços, hardwaresoftware e exportações desta indústria. O momento que vivemos e os recentes dados do setor são apenas alguns dos fatos que evidenciam a importância do TI para as empresas.  

Quais as funções de um profissional de TI? 

Todas as responsabilidades e objetivos que integram um departamento de TI são atribuições designadas aos especialistas, líderes e colaboradores da área. Os profissionais de TI assumem funções de gerenciamento de todas as atividades do setor, incluindo as questões de processamento de dados e informações, suporte de todos os recursos de trabalho que envolvam equipamentos, ferramentas e qualquer mecanismo da engenharia de software

Com a evolução do setor e de todos as operações que envolvam o uso da tecnologia, as pessoas especialistas da área passaram a ter um papel estratégico nas organizações, integrando uma posição direta na elaboração de planos táticos para o alcance de metas e colaborando para o crescimento exponencial de muitos negócios. Há muito tempo que o profissional de TI parou de ser ligado apenas a atividades técnicas.

No atual mercado, eles são as capacidades fundamentais que uma empresa precisa manter para evoluir em inovação, qualidade e escala. Além de tudo, não podemos esquecer que esses colaboradores se relacionam com todas as áreas de uma organização, fazendo com que os outros trabalhos e processos funcionem em seu melhor nível 

Para entender melhor sobre as funções de um profissional de TI, confira algumas das principais atividades, recursos e iniciativas pelas quais ele pode ser responsável:  

  • Suporte técnico de TI;  
  • Gestão estratégica das atividades de TI; 
  • Infraestrutura de TI 
  • Administração e suporte de redes, hardware, softwares, sistemas e ferramentas;  
  • Gerenciamento de banco de dados, servidores, Cloud Computing e outros;  
  • Gestão e suporte de equipamentos  
  • Segurança da informação 
o que é TI

Dicas para estruturar uma boa TI 

Até aqui, foi possível entender a relevância que o setor de TI tem para as empresas. A tecnologia se transformou em recurso indispensável para as companhias e pessoas, em suas rotinas de trabalho e individuais.

A tecnologia da informação é capaz de auxiliar no uso inteligente da informação para tomada de decisões, na facilitação das tarefas diárias, na comunicação, no relacionamento e em diversas outras ações.  

Nesse cenário, vale lembrar que existem algumas boas práticas sobre o cuidado, gestão e investimentos que podem ser aplicados na área de TI de uma empresa.  

1. Contrate profissionais preparados e especializados 

Pode parecer simples, mas este é um racional essencial para estruturar uma equipe capacidade e alinhada com as necessidades da organização. Desenvolver e preparar pessoas pode fazer parte da trilha de carreira e conhecimento e que a área pode ter. Porém, filtrar os conhecimentos técnicos básicos pode ser um requisito fundamento, que fará total diferença na qualidade e tempo de evolução da estrutura do setor de TI da empresa.  

2. Estruture os processos da área  

Organize todos as atividades da área e faça um bom planejamento da gestão de TI. Isso, fará com que o seu departamento de tecnologia tenha processos bem estruturados e uma entrega eficiente, atendendo as expectativas de seus stakeholders. Neste passo, as lideranças podem lidar com conceitos de administração estratégica e governança de TI, exemplos de metodologias essenciais para uma área de tecnologia bem estruturada.  

3. Contrate um parceiro para cuidar do TI 

Afinal, será que vale a pena terceirizar as atividades de TI de uma empresa? Na maioria das vezes, sim! Para atingir melhores resultados e diminuir os custos internos da área, escolher um parceiro especializado que pode se responsabilizar pela área é uma boa solução. Hoje, empresas como a FindUP, oferecem soluções de suporte e gerenciamento de TI integral com a oferta do serviço de campo, por exemplo — o field service. Nesse sentido, sua empresa pode contar com técnicos especialistas, benefícios de constante monitoramento da área e a oferta de um portfólio de produtos com expertise no contexto de tecnologia.