fbpx

Por muito tempo, a tecnologia foi classificada apenas como um simples suporte para uma organização, porém, nos últimos anos, a infraestrutura tecnológica tornou-se uma ferramenta fundamental para o funcionamento de um negócio.
Embora a tecnologia seja extremamente importante, ainda ocorrem muitos problemas em sua gestão e sabe-se que, para uma empresa ser competitiva no mercado, é indispensável que os problemas sejam resolvidos antes de trazer qualquer influência negativa em seus resultados.

Aliás, problemas no fluxo das atividades de uma empresa, devido à falha de infraestrutura de TI, é no mínimo, muito estressante, não é mesmo? Então, para evitar inconvenientes é bom evitar que erros assim sejam recorrentes, afinal isso pode prejudicar e gerar prejuízos financeiros significativos.

Neste artigo, vamos citar quais são os principais problemas de TI nas empresas, para você poder se prevenir e evitar prejuízos. Acompanhe!

1. Falta de integração entre os setores

Normalmente, as organizações são formadas por vários setores com muitas subdivisões. Quando a empresa é muito grande, isso pode se estender a diversos subgrupos, fazendo com que a área de T.I não esteja conectada a todos.

Isso resulta em um desperdício de tempo e esforço, pois em vez de todos avançarem em uma única direção, os funcionários se ocupam em realizar execuções paralelas que não colaboram para atingir objetivos em comum.

Com a integração das áreas, a organização só tem a ganhar. Por meio de um software bem elaborado pelo TI, por exemplo, é possível criar uma plataforma interna para que os funcionários possam ter uma produção muito mais ágil e maior.

2. Baixa qualificação dos profissionais

Ter profissionais desqualificados em um time é um perigo em qualquer área, mas quando falamos na área de T.I, o risco é ainda maior, pois a falta de qualificação deste profissional acaba por comprometer a qualidade da informação e impossibilitar até mesmo, o crescimento da empresa.

Por esse motivo, é crucial que considere investir na qualificação e motivação desses funcionários, dessa forma sua empresa terá, consequentemente, um time cada vez mais capacitado e incentivado a melhorar.

3. Altos custos de TI

Sabemos que os investimentos no setor de TI são imprescindíveis, por isso, a sua implementação é necessário para qualquer instituição. Um fato que comprova isso é que a previsão para os próximos anos são de crescimento constante da busca por profissionais da área.

A concorrência dos mercados gera busca por competência em todas as áreas e com a infraestrutura de TI não seria diferente. Mas e quando a conta não fecha e os gastos com TI se tornam altos ao ponto de interferir o crescimento de uma organização?
É muito importante reavaliar os sistemas que direcionam a companhia e constatar quais são as alterações estruturais que podem ser feitas para reativar o desempenho e o lucro, sem prejudicar o andamento dos projetos. Mas, para sermos bem diretos, a palavra correta a se dizer é: planejamento!

4. Falta de monitoramento

Um dos principais impactos da falta de monitoramento é não ter uma visão clara do que acontece na infraestrutura de TI, consequentemente, isso impede que os resultados possam ser visualizados e sem monitoramento não há transparência sobre o funcionamento de serviços, sistemas e equipamentos, nem de seus problemas, impedindo o estudo de possíveis soluções. Além disso, consegue imaginar o custo operacional que este problema pode gerar?

Por isso é bom não perder tempo para que este problema não se torne uma bola de neve cada vez mais complexa de se resolver. O monitoramento dos processos de TI são cruciais para garantir o aumento da produtividade em todo o negócio, e no seu dia a dia.

E então, leitor? Além dos problemas que citamos, existe algum que você considera importante? Comente aqui no nosso post!